Me sinto protegida pelas paredes do silêncio, aprendi a enchergar no escuro e absorver palavras como alimento, me visto de ideias e me transporto pelas galáxias através das nuvens, consigo me alimentar com a leitura e me divertir com o meu própio teatro, toda noite há uma peça nova
"Dormi sob estrelas,
comi nuvens de algodão.
A cada mordida,
outro pedacinho de céu nas mãos.
Ouvi barulho de mar, me tornei onda.
Deslizo na areia.
Olá, lua cheia.”
Serafim.  (via solenista)

Nota sobre a pior raça que existe: eu.

longanimidades:

o pior desgosto
é aquele que sentimos
de nós mesmos
por nós mesmos

a pior falha
que cometemos
é quando magoamos
quem amamos
por nossa própria culpa

o pior choro
que derramamos
é o de decepção
por ser quem a gente é
por ser como a gente é.

Ab

Os delimites da palavra

Ando muito completo de vazios.
Meu órgão de morrer me predomina.
Estou sem eternidades.
Não posso mais saber quando amanheço ontem.
Está rengo de mim o amanhecer.
Ouço o tamanho oblíquo de uma folha.
Atrás do ocaso fervem os insetos.
Enfiei o que pude dentro de um grilo o meu
destino.
Essas coisas me mudam para cisco.
A minha independência tem algemas

Manoel de Barros

"Acho que é isso que todos desejamos, de vez em quanto. Estar bem. Estar legal. Era a imagem de olhar dentro de um espelho e não desejar nada, não precisar de nada, porque estava tudo ali.”
Markus Zusak  (via solenista)
"Não seja apenas mais um fantoche, faça diferente, aja diferente. Seja diferente.”
Jackelaine Lima (via recitografar)

paperebooks:

booknerdjenny:

reading the last page and spoiling the book for yourself because you’re an idiot

"I do, Augustus. I do."

Oh hey, maybe they got married.

"E eu fui devorada pelo silencio daquela sala escura e vazia
que talvez fosse minha mente naquele momento.”
O Diário de Helena   (via abrigas)

Polítipo

os-passar-os:

Suicidou-se anteontem o meu triste amigo Boaventura da Costa.

Pobre Boaventura! Jamais o caiporismo encontrou asilo tão cômodo para as suas traiçoeiras manobras como naquele corpinho dele, arqueado e seco, cuja exigüidade física, em contraste com a rara grandeza de sua alma, muita vez me levou a…

"Depois de tantos silêncios, resolvi voltar a conversar comigo, ainda que mentalmente. Muitas vezes fico assim, recostada em mim, pensamento longe, coração andando devagar e analisando cada cenário que passa em câmera lenta, a vida em preto e branco. Não foi difícil nem tenso, foi diferente.”
Clarissa Corrêa. (via personificar-se)
©
Sem asas o pássaro não voa
Me sinto protegida pelas paredes do silêncio, aprendi a enchergar no escuro e absorver palavras como alimento, me visto de ideias e me transporto pelas galáxias através das nuvens, consigo me alimentar com a leitura e me divertir com o meu própio teatro, toda noite há uma peça nova
"Dormi sob estrelas,
comi nuvens de algodão.
A cada mordida,
outro pedacinho de céu nas mãos.
Ouvi barulho de mar, me tornei onda.
Deslizo na areia.
Olá, lua cheia.”
Serafim.  (via solenista)

Nota sobre a pior raça que existe: eu.

longanimidades:

o pior desgosto
é aquele que sentimos
de nós mesmos
por nós mesmos

a pior falha
que cometemos
é quando magoamos
quem amamos
por nossa própria culpa

o pior choro
que derramamos
é o de decepção
por ser quem a gente é
por ser como a gente é.

Ab

Os delimites da palavra

Ando muito completo de vazios.
Meu órgão de morrer me predomina.
Estou sem eternidades.
Não posso mais saber quando amanheço ontem.
Está rengo de mim o amanhecer.
Ouço o tamanho oblíquo de uma folha.
Atrás do ocaso fervem os insetos.
Enfiei o que pude dentro de um grilo o meu
destino.
Essas coisas me mudam para cisco.
A minha independência tem algemas

Manoel de Barros

"Acho que é isso que todos desejamos, de vez em quanto. Estar bem. Estar legal. Era a imagem de olhar dentro de um espelho e não desejar nada, não precisar de nada, porque estava tudo ali.”
Markus Zusak  (via solenista)
"Não seja apenas mais um fantoche, faça diferente, aja diferente. Seja diferente.”
Jackelaine Lima (via recitografar)

paperebooks:

booknerdjenny:

reading the last page and spoiling the book for yourself because you’re an idiot

"I do, Augustus. I do."

Oh hey, maybe they got married.

"E eu fui devorada pelo silencio daquela sala escura e vazia
que talvez fosse minha mente naquele momento.”
O Diário de Helena   (via abrigas)

Polítipo

os-passar-os:

Suicidou-se anteontem o meu triste amigo Boaventura da Costa.

Pobre Boaventura! Jamais o caiporismo encontrou asilo tão cômodo para as suas traiçoeiras manobras como naquele corpinho dele, arqueado e seco, cuja exigüidade física, em contraste com a rara grandeza de sua alma, muita vez me levou a…

"Depois de tantos silêncios, resolvi voltar a conversar comigo, ainda que mentalmente. Muitas vezes fico assim, recostada em mim, pensamento longe, coração andando devagar e analisando cada cenário que passa em câmera lenta, a vida em preto e branco. Não foi difícil nem tenso, foi diferente.”
Clarissa Corrêa. (via personificar-se)
©