Invisible things are the only realities

Quando me viam, parado e recatado, no meu invisível recanto, eu não estava pasmado. Estava desempenhado, de alma e corpo ocupados: tecia os delicados fios com que se fabrica a quietude. Eu era um afinador de silêncios.

A chuva
é um instrumento de cordas
que o vento dedilha

Ehre

Not all possibilities are open to us. The world is finite; our hopes spill over its rim.

— Salman Rushdie, The Satanic Verses (via feellng)

A adversidade provoca mudanças. Alguns preferem o caminho mais fácil e mediante as diferenças optam pelo comum. Muitos sofrem por não se adaptarem à obviedade hipócrita da sociedade e têm uma vidinha de merda, bem-sucedidos porém infelizes. Eu tenho em mim um espirito revolucionário. Quero assumir integralmente meus desejos, ser pró-ativa frente à covardia padronizada do sistema que só limita e lobotomiza nossos sonhos. E existe uma forma mais perfeita de ser feliz sendo exatamente aquilo que se é por essência?

Elisa Bartlett (via oxigenio-dapalavra)

(…) - Quando se pensa demasiadamente, a gente se aborrece de viver… É preciso estar sempre em ação e sentir a vida girar em torno de nós. Agita-te para todos os lados, move-te em todas as direções, não repouses um momento e verás como não te aborreces.

Máximo Gorki, no livro “Os vagabundos” (via temploculturaldelfos)

E vocês sabem o que é um sonhador, cavalheiros? É um pecado personificado, uma tragédia misteriosa, escura e selvagem, com todos os seus horrores frenéticos, catástrofes, devaneios e fins infelizes… um sonhador é sempre um tipo difícil de pessoa porque ele é enormemente imprevisível: umas vezes muito alegre, às vezes muito triste, às vezes rude, noutras muito compreensivo e enternecedor, num momento um egoísta e noutro capaz dos mais honoráveis sentimentos… não é uma vida assim uma tragédia? Não é isto um pecado, um horror? Não é uma caricatura? E não somos todos mais ou menos sonhadores?

Fiodor Dostoievski, in Escritos Ocasionais. (via oxigenio-dapalavra)

readaroundtherosie:

IT’S TIME FOR ANOTHER GIVEAWAY!

RULES:

  1. Be following me readaroundtherosie 
  2. Prizes will be sent via the book depository so if they don’t ship to your country, I’m really really sorry. But they ship to over 150 countries worldwide, so hopefully that includes you
  3. like, reblog, do whatever as many times as you like- try not to spam people
  4. no giveaway blogs thank you
  5. End date: November 1st 2014, midnight AEST
  6. you will need to give me your address to send them don’t worry I won’t do anything else with it, I’m far too lazy 

PRIZES:

  1. THERE WILL BE 3 WINNERS 
  2. Each winner will receive 1 hardcover OR two paperbacks of their choice from the books above
  3. considering HEIR OF FIRE is currently my favourite book of the year thus far I wanted to celebrate that and all my other favs so far so these are my favourite reads 
  4. you can choose any of the books from the series if you already have the first one, or even from a spin off series (like Bloodlines instead of Vampire Academy)

GOOD LUCK, GET REBLOGGING

mirror:

I still laugh whenever I remember that the reason there was a whole section in Goblet of Fire dedicated to Hermione explaining the correct pronunciation of her name to Viktor Krum was because JK Rowling had found out there were actually people out there calling her character “Hermy One”

ifreakinlovebooks:

Books & Cupcakes September Book Photo Challenge - Day 11 - Can I Live Here?

Yes, take me to Hogwarts, please.

I got to thinking that poems were like people. Some people you got right off the bat. Some people you just didn’t get—and never would get.

— Benjamin Alire Sáenz, Aristotle and Dante Discover the Secrets of the Universe (via bibliophilebunny)

Estou do lado dos que querem um mundo melhor, para minha filha, para mim mesmo, para vocês, mas é preciso ter cuidado. Uma mudança no poder não significa cura. O poder não é uma cura. O grande esforço de suas mentes não deve ser como destruir um governo, mas sim como criar um governo melhor. Não sejam mais uma vez enganados e aprisionados. E se vocês vencerem, tenham cuidado com um governo que seja mais Autoritário e que acabe por deixá-los numa situação mais opressiva do que a anterior. Não sou exatamente um patriota, mas apesar de todas as enormes e fodidas injustiças ainda se pode expressar uma opinião e protestar e agir num amplo espectro social. Digam-me, poderia eu escrever um texto contra o governo depois que vocês assumirem? Poderia ficar nas ruas e parques e dizer a vocês o que penso? Espero que sim. Mas sejam cuidadosos se for para perdermos esse direito em nome da justiça. Peço que me apresentem o seu programa para que possa escolher entre o de vocês e o deles, entre a Revolução e o governo existente. Será que não me colocarão para cortar cana? Isto me deixaria bastante chateado. Por acaso construirão novas fábricas? Passei minha vida inteira fugindo de fábricas. Teriam meu escritos, minha música, minhas pinturas que levar em conta o bem estar do estado? Deixariam que eu ficasse largado em parques e cubículos bebendo vinho, sonhando, me sentindo nem e tranquilo? Deixe-me saber o que têm reservado pra mim antes que eu saia por ai queimando bancos. Preciso de mais do que colares hippies, uma barba, um turbante indiano, maconha legalizada. Qual é o seu programa? Estou cansado de todos os mortos. Não vamos desperdiça-los mais uma vez. Se é para enfrentar a baioneta das tropas estaduais, digam-me o que vou ganhar para isso.

Charles Bukowski. (via proseand-o)

Good Morning!

Good Morning!

I’m not strange, weird, off, nor crazy, my reality is just different from yours.

— Lewis Carroll, Alice’s Adventures in Wonderland & Through the Looking-Glass (via wordsnquotes)

1 2 3 4 5 Próxima